Sobre o isolamento social e a saúde mental

Ultimamente nossas rotinas estão completamente alteradas, fazendo com que atividades básicas da rotina diária não pudessem mais ser cumpridas como antes, obrigando os cidadãos a se isolarem socialmente. Isso mexe com o psicológico de todos, mas é importante pensar: o que pode ser feito para que a quarentena não pareça ainda mais complicada e cansativa?

Algumas medidas podem ser tomadas para cuidar da saúde mental (e até física), entre elas:

– Informação em excesso: evite

Em um mundo de redes sociais e informações globais, tudo chega com muita velocidade até nós, o que neste caso não é positivo, já que pode causar sentimentos como ansiedade e angústia. É importante, sim, estar informado. Mas não de maneira excessiva fazendo com que a único assunto a ser pensado durante o dia seja o coronavírus. Se possível, estipule um horário para se informar sobre o mundo.

– Crie uma rotina

Estar em casa, muitas vezes fora da rotina normal de trabalho, faz com que haja um sentimento de confusão sobre como levar o dia. A dica é ter uma rotina que possa ser cumprida: acordar, tomar café, trabalhar, e fazer pequenas pausas. É importante vestir uma roupa confortável e estar em um ambiente agradável para o trabalho, mas estipular um horário para parar: afinal, é preciso descansar também.

– Se possível, faça terapia online

Assim como muitas outras profissões, os psicólogos também tiveram que se adaptar. Para quem tem a oportunidade: faça sessões online para cuidar da saúde mental. A terapia pode ajudar em momentos como o de isolamento, fazendo com que o paciente possar enfrentar questões como medo, pânico e ansiedade.

– Mantenha contato com quem ama

A pandemia faz com que sentimentos negativos sejam alimentados, afinal, não há um prazo para o fim do isolamento e para a rotina voltar ao normal. Estar em contato com quem se ama faz com que sentimentos bons venham, o tempo passe, e a saudade possa ser amenizada.

– Medite

A meditação é uma ferramenta poderosa, gratuita, e que faz bem à mente. A meditação se baseia em sentar de maneira confortável e de olhos fechados, e deixar que os pensamentos passem, não se atentando a eles. A meditação ajuda a diminuir os níveis de estresse e ansiedade, fortalecendo mente e corpo.

E o mais importante de tudo: é bom lembrar que, apesar de muito difícil, este momento de isolamento social também irá passar e as atividades, aos poucos, serão retomadas. Peça ajuda sempre que precisar.

Compartilhe com quem você mais gosta:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Veja as últimas postagens do nosso Blog