Qual é o momento certo para levar meu filho ao psicólogo?

Ser criança é tão fácil: basta brincar, ir à escola e fazer amiguinhos, não é mesmo? A realidade é bem mais complicada que isso e pais sabem muito bem o que queremos dizer! A mente infantil é cheia de complexidades que nem sempre os pais conseguem resolver.

Na realidade, quando pequenos problemas ou distúrbios de comportamento não tratados eles podem até prejudicar no desenvolvimento dos pequenos a longo prazo. É por isso que existe a psicologia infantil. A especialidade trabalha com várias idades e ajuda com os variados problemas da infância.

Quer saber exatamente o que faz um psicólogo infantil e quando procurá-lo? Continue lendo, separamos todas as informações abaixo!

Motivos para levar uma criança ao psicólogo
Todo pai já foi chamado à escola alguma vez, é algo difícil de escapar! Em geral, isso acontece por causa de pequenas traquinagens infantis. Uma brincadeira que não deu muito certo ou até uma briguinha entre amigos pode ser algo considerado “normal” e que não exige muita atenção. Basta ouvir as orientações do orientador na escola e depois lidar com a criança em casa.

Mas algumas vezes os pequenos problemas escolares ou até em casa são sinais de algo maior. Alguns sintomas comuns que podem indicar a necessidade de procurar psicologia infantil incluem:

  • Falta de concentração durante as aulas;
  • Hiperatividade;
  • Agressividade;
  • Falta de interesse nas atividades.

Isso pode ser percebido pelos professores na escola ou pelos próprios pais em casa. Além de prestar atenção no desempenho escolar, pais também deve ficar de olho nos relacionamentos da criança.

Dificuldades de lidar com coleguinhas e até adultos podem indicar que está na hora de procurar ajuda profissional. Pode ser um comportamento da idade ou reação a algum problema que ocorreu na escola. No entanto, também é possível que seja um quadro que precisa de tratamento e quanto antes o pequeno for diagnosticado melhor.

Como funciona a psicologia infantil?
Frequentemente as crianças passam por situações que geram sentimentos com os quais elas não conseguem lidar. Portanto, a psicologia infantil dedica-se a estudar o comportamento da infância até a adolescência e trabalhar suas características físicas, emocionais, cognitivas, comportamentais e sociais.

Assim, o psicólogo que atua na área consegue avaliar o comportamento da criança, determinar o que o causou  e os métodos para controlá-lo, levando a maior saúde mental. Quanto melhor for o cuidado psicológico na infância menores as chances de desenvolver problemas mais tarde na vida.

Quem pode recomendar um psicólogo infantil?
É bastante difícil que pais consigam passar o dia inteiro com a criança para perceber anormalidades no seu comportamento. Quando os problemas manifestam-se em casa é simples percebê-los e buscar ajuda profissional. No entanto, muitos pais ficam em dúvida quando eles ocorrem fora de casa.

Nossa dica é ficar sempre muito atento ao que professores e orientadores comentam a respeito da criança. Um reclamação na escola, como “ele briga com os colegas frequentemente” talvez seja um sinal de problema.

Também nunca ignore quando um professor ou pedagogo recomenda que você busque ajuda da psicologia infantil. Em geral esses profissionais estão bastante capacitados para recomendar ajuda profissional.

O pediatra também é uma fonte confiável de informações. Confie na análise que ele faz em consultório e caso tenha dúvidas se deve levar seu filho a um psicólogo questione. Sua experiência e conhecimento ajudarão a eliminar a dúvida e muitas vezes ele tem até uma indicação confiável!

A partir de qual idade um psicólogo é recomendado?
A boa notícia é que não existe idade mínima para levar a criança a uma consulta de psicologia infantil. No entanto, recomendamos buscar um profissional especializado na faixa etária dos pequenos. Antes dos três anos, por exemplo, o mais indicado é procurar a terapia pais-bebês, onde os pais também participam da sessão.

Conforme a criança fica mais velha ela também passa a realizar sessões sozinha. Nelas o psicólogo usa brincadeiras para entender melhor a situação da criança e para conseguir resolver suas dificuldades de forma divertida.

O atendimento psicológico na infância é chave para que a criança tenha um bom desenvolvimento físico e psicológico. Considerando a necessidade desse tipo de consulta? Fale com um especialista para tirar todas as suas dúvidas!

Compartilhe com quem você mais gosta:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Veja as últimas postagens do nosso Blog